Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > VARIANTE ÔMICRON PROVOCA SOBRECARGA NOS SERVIÇOS PÚBLICOS DE TODO O BRASIL

Variante ômicron provoca sobrecarga nos serviços públicos de todo o Brasil

28/01/2022

Há expectativa de elevação nas taxas de ocupação nas próximas semanas, o que deve gerar ainda mais pressão nos sistemas de saúde do país.

Escrito por: Sindsaúde SP

 

Conforme tem sido noticiado no site e redes sociais do SindSaúde-SP ao longo da semana, os sistemas público e privado de saúde do país têm sido afetados pela onda de Covid-19 provocada pela variante ômicron, mais transmissível, e pela epidemia de gripe. Inclusive, muitos profissionais de saúde têm sido afastados de suas funções devido às doenças, prejudicando o atendimento em unidades de saúde de todo o país.

 

Dados do Observatório Covid-19, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), divulgados em 13 de janeito, mostram que Pernambuco estava com 82% dos leitos de unidades de terapia intensiva (UTI’s) para Covid-19 ocupados, na última segunda-feira (10). Outras quatro capitais estavam no que se chama de “zona de alerta crítico”. São elas Fortaleza (88%), Recife (80%), Belo Horizonte (84%) e Goiânia (94%).

 

Outros sete estados, por sua vez, estavam com “alerta intermediário”. São eles Pará (71%), Tocantins (61%), Piauí (66%), Ceará (68%), Bahia (63%), Espírito Santo (71%) e Goiás (67%), além do Distrito Federal (74%).

 

Mas o alerta também se estendeu para capitais como Porto Velho (76%), Macapá (60%), Maceió (68%), Salvador (68%), Vitória (77%) e Brasília (74%).

 

Sistema pressionado

 

No entanto, os pesquisadores da Fiocruz dizem que os índices de ocupação de UTI’s estão abaixo daqueles ocorridos no auge da pandemia no ano passado. Mas eles têm a expectativa de elevação nas taxas de ocupação nas próximas semanas, o que deve gerar ainda mais pressão nos sistemas de saúde do país.

 

Por essa razão, os pesquisadores recomendaram que os gestores dos municípios e estados fiquem atentos para adotar medidas para reorganizar os sistemas de saúde, com reposição de profissionais afastados e infraestrutura capaz de manter o atendimento à população, caso a demanda aumente nos próximos dias.

 

Testagem

 

Entidades ligadas à área de saúde têm se mobilizado no sentido de cobrar o Ministério da Saúde e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para que ampliem a capacidade de testagem da população, ampliando a oferta de testes. Elas alegam que o Brasil avançou na vacinação da população, o que é louvável, mas o mesmo não ocorreu com a capacidade de testagem da população.

 

 

 

Com informações da Rede Brasil Atual.

 

 

 

Fonte: https://bit.ly/3KTxnA8

 

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: direcao@cntsscut.org.br – tesouraria@cntsscut.org.br – imprensa@cntsscut.org.br

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: df@cntsscut.org.br