Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > A HORA DE LUTAR É AGORA: MOBILIZAÇÃO GERAL CONTRA A APROVAÇÃO DA PEC 32

A hora de lutar é agora: mobilização geral contra a aprovação da PEC 32

14/12/2021

A pressão está fazendo efeito e precisamos continuar nos mobilizando e exigindo que os deputados votem pelo não ao desmonte do serviço público

Escrito por: Sindprev AL

 

Do alto de uma pilha de processos de impeachment esquecidos, o presidente da Câmara, deputado Arthur Lira, negocia compra de votos com emendas para a aprovação da PEC 32, o maior ataque ao serviço público brasileiro. Lira, já começou sua oferta de emendas à parlamentares para que votassem a favor do projeto destrutivo.

 

As entidades do Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe) estão unificando ações com as centrais sindicais, movimentos estudantis e sociais, mobilizando o conjunto dos Servidores Públicos das três Esferas para botar pressão nos deputados e ir a Brasília na próxima semana (18 a 22 de outubro), para continuarem a luta contra a PEC 32, a ‘reforma’ administrativa do governo Bolsonaro.

 

Os integrantes deste governo e a base no Congresso Nacional, como não possuem os votos necessários para aprovar esta excrescência, perderam de vez a vergonha, anunciaram publicamente que estão liberando mais de 6 bilhões de reais em “emendas” – cerca de R$20 milhões por voto – para comprar os votos de 308 deputados.

 

É muito importante o envolvimento de todos os servidores e servidoras, fazendo pressão sobre os deputados federais nas suas bases nos Estados e municípios para saberem que QUEM VOTAR A FAVOR DA PEC 32 NÃO VOLTA EM 2022.

 

Esta proposta de emenda constitucional vem para desmontar os serviços públicos como o conhecemos, já que elimina todas as conquistas inscritas na Constituição de 1988.

 

Entre outros absurdos, suspende concursos públicos; abre as portas para as privatizações e terceirizações; extingue a estabilidade; põe fim à gratuidade universal na Educação, Saúde e Seguridade Social públicas. Por exemplo: empresas que ganharem das licitações poderão cobrar mensalidades nas escolas e atendimento na saúde. A PEC não traz absolutamente nenhum benefício aos servidores(as) públicos(as), que estão há cinco anos com salários congelados.

 

A resistência é a única saída

 

O governo declarou guerra contra os serviços públicos e seus trabalhadores(as), além de todos os setores do mundo do trabalho. A única saída que temos é seguir na luta para derrotar a PEC 32!

Nossa pressão está fazendo efeito e precisamos continuar nos mobilizando e exigindo que os deputados votem pelo não ao desmonte do serviço público. Não é hora de deformar o estado brasileiro!

 

 

 

 

Fonte: https://bit.ly/3oT7xU5

 

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: direcao@cntsscut.org.br – tesouraria@cntsscut.org.br – imprensa@cntsscut.org.br

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: df@cntsscut.org.br