Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > SINDSAÚDE GO REIVINDICA ALTERAÇÃO DO DESCONTO PREVIDENCIÁRIO EM REUNIÃO COM O VICE-GOVERNADOR

Sindsaúde GO reivindica alteração do desconto previdenciário em reunião com o vice-governador

28/09/2021

Expectativa do sindicato é que após o parecer da PGE, uma reunião com o governador seja agendada, por intermédio do vice-governador

Escrito por: Sindsaúde GO

 

O Sindsaúde e o vice-governador de Goiás, Lincoln Tejota (PROS) se reuniram na quarta-feira (08/09) para discutirem as principais reivindicações dos servidores da Secretaria de Estado de Saúde de Goiás (SES).

 

A reunião foi articulada através do gabinete do vereador por Goiânia, Mauro Rubem (PT). Entre os pontos de discussões, o Sindicato apresentou a proposta do realinhamento da tabela salarial, pois atualmente os servidores possuem quase 80% de perdas salariais, em decorrência de mais de dez anos sem o pagamento da data-base.

 

Durante a ocasião, o Sindsaúde GO também tratou sobre o impacto que o desconto previdenciário tem causado na vida dos aposentados e pensionistas. A entidade insistiu na possibilidade de rever o desconto, pois o Estado de Goiás aplica o maior índice do país, 14,25% sobre inclusive quem ganha salário mínimo.

 

O vice-governador se mostrou bastante sensibilizado pelo assunto e se comprometeu em discutir essas pautas com o governador do Estado, Ronaldo Caiado (DEM). Também será solicitado um parecer à Procuradoria Geral do Estado (PGE) para verificar as possibilidades de alterações na alíquota desse desconto.

 

A expectativa do sindicato é que após o parecer da PGE, uma reunião com o governador seja agendada, por intermédio do vice-governador. Ficou acordado que o Sindsaúde irá oficializar todas as reivindicações ao gabinete de Tejota.

 

Além disso, o Sindsaúde reivindicou a revogação da Lei n° 19.573/2016 que altera os adicionais de insalubridade e periculosidade de 40% (grau máximo) para 15%; de 20% (grau médio) para 10%, e de 10% (grau mínimo) para 5%.

 

O Sindicato compreende que é necessário a revogação da lei estadual, e que garanta o percentual estabelecido pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) que anteriormente era aplicado pelo Estado.

 

 

 

 

Fonte: https://bit.ly/3m0a2kA

 

 

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: [email protected] – tes[email protected][email protected]

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: [email protected]