Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > SINDSAÚDE ABC ASSINA DENÚNCIA CONTRA BOLSONARO POR CRIME CONTRA A HUMANIDADE

SindSaúde ABC assina denúncia contra Bolsonaro por crime contra a humanidade

30/07/2020

Ação foi idealizada pela UNISaúde, que é coordenada pela UNI Americas, um braço regional da federação internacional sindical UNI Global Union

Escrito por: SindSaúde ABC

 

O SindSaúde ABC é uma das 60 entidades que assinam o documento encaminhado ao Tribunal Penal Internacional de Haia, na Holanda, denunciando o presidente Jair Bolsonaro por crime contra a humanidade. A denúncia toma por base “falhas graves e mortais” na condução da resposta à pandemia de covid-19.

 

A Rede Sindical Brasileira UNISaúde, cujas entidades filiadas representam mais de um milhão de profissionais da saúde de todas as regiões do país, tanto na esfera pública quanto privada, ingressou com o documento na noite de domingo (26/7). A ação foi idealizada pela UNISaúde, que é coordenada pela UNI Americas, um braço regional da federação internacional sindical UNI Global Union.

 

A ação foi protocolada na Corte Penal Internacional e se baseia no Estatuto de Roma, que em 1998 estabeleceu quatro crimes internacionais fundamentais: genocídio, crimes contra a humanidade, crimes de guerra e crimes de agressão. O caso descreve como Bolsonaro cometeu crimes contra a humanidade quando se recusou a tomar as medidas necessárias para proteger o povo brasileiro durante a pandemia, garantindo a redução dos riscos de doenças, conforme prevê o artigo 196 da Constituição Federal.

 

“Desde o início da pandemia Bolsonaro minimizou a gravidade do vírus, incentivou pessoas a furarem o isolamento social, a saírem de casa e a usarem a cloroquina, mesmo sem comprovação científica de sua eficácia. Ele precisa ser responsabilizado por isso”, disse Almir Rogério “Mizito”, presidente do SindSaúde ABC.

 

Esta não é a primeira denúncia contra Bolsonaro no Tribunal de Haia. Em abril deste ano, uma representação foi protocolada pela Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD) pela forma como o presidente conduz o país na pandemia de Covid-19.

 

O Tribunal de Haia é o órgão judiciário da Organização das Nações Unidas (ONU) e julga exclusivamente crimes como genocídios, crimes contra a humanidade, crimes de guerra e crimes de agressão.

 

O TPI pode aplicar as seguintes penas aos condenados pelos crimes cometidos acima citados: pena de prisão por um número determinado de anos, até ao limite máximo de 30 anos; pena de prisão perpétua, se o elevado grau de ilicitude do fato e as condições pessoais do condenado justificarem; pena de multa e perda de produtos e de bens.

 

 

 

http://www.sindsaudeabc.org.br/2020/07/29/sindsaude-abc-assina-denuncia-de-bolsonaro-por-crime-contra-a-humanidade/

 

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: direcao@cntsscut.org.br – tesouraria@cntsscut.org.br – imprensa@cntsscut.org.br

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: df@cntsscut.org.br