Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > ESPECIALISTA EM SAÚDE PÚBLICA DEFENDE O SUS E CRITICA QUEM BUSCA O LUCRO PELO LUCRO

Especialista em saúde pública defende o SUS e critica quem busca o lucro pelo lucro

07/08/2018

Vários pesquisadores, gestores, conselheiros de saúde de Goiás participaram

Escrito por: Sintfesp GO

 

Não existe teoria da conspiração. É fato real e concreto que a mídia, o capital financeiro e políticos aliados do poder econômico atuam para desmontar o sistema público de saúde brasileiro e tomar conta dos recursos públicos em benefício da iniciativa privada. A opinião é da administradora, especialista em saúde pública, servidora do Núcleo Estadual do Ministério da Saúde em Goiás e Conselheira Estadual de Saúde, Rosália Matos, durante entrevista concedida na quarta-feira, 1º de agosto, ao jornalista assessor de comunicação do Sintfesp-Go/To, Cláudio Marques, no programa Antena Ligada, da Rádio do Trabalhador. Também participou como entrevistada a diretora do Sintfesp, Jesulina Regis dos Santos.

 

“Desqualificam o serviço público visando interesses escusos”, destacou Rosália Matos, que denuncia: “Os trabalhadores estão adoecendo, se sentindo incapacitados diante desse modelo. Não podemos deixar isso ocorrer, temos que lutar!”. Para ela, nós temos que nos apropriar do Sistema Único de Saúde (SUS), que é uma conquista resultante de muita luta. “Muita gente apanhou, sofreu para garantir esses direitos”, ressalta. 

 

A especialista em saúde pública defende o SUS por ter como central o cuidado com o ser humano em sua integralidade. E questiona porquê os interesses mercadológicos e capitalistas insistem em sobrepor o interesse da coletividade. “Todos precisamos de dinheiro para sobreviver. Mas o lucro não pode ser acumulado em detrimento da vida e da saúde das pessoas”, enfatiza.
Segundo Matos, com base em estudos do sociólogo Jessé de Souza, da forma como a sociedade brasileira tem funcionado historicamente, “continuamos escravos do capital”.


Emenda 95

 

A diretora do Sintfesp Jesulina Regis dos Santos fez uma defesa firme e apaixonada do Sistema Único de Saúde e denunciou as ações do governo Temer e do Congresso Nacional que, desde o golpe de 2016, tem atuado pela sua destruição. “A emenda 95 (que congela por 20 anos investimentos estratégicos, em saúde por exemplo) tem que ser revogada!”.

 

Esses assuntos foram abordados durante o programa Antena Ligada que hoje teve como assunto principal as resoluções do 12º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, realizado no Rio de Janeiro, de 26 a 29 de julho, com destaque para a Carta do Rio de Janeiro, aprovada por unanimidade pelos oito mil participantes do congresso.  Vários pesquisadores, gestores, conselheiros de saúde de Goiás participaram, entre eles Jesulina e Rosália Matos.

 

Você sabia?

 

O orçamento da saúde é de R$ 130 bilhões. O da educação, R$ 110 bilhões. Somente o que os cinco maiores bancos do País lucram na cobrança de tarifas mais do que os orçamentos da saúde e da educação, juntos!!!!

 

Assista e compartilhe a íntegra da entrevista no Facebook da Rádio do Trabalhador: https://www.facebook.com/radiotrabalhador/videos/851967121859303/

 

 


Cláudio Marques – MTE 1534

 

 

 

 

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

Copyright @ CUT Central Única dos Trabalhadores | 3.820 - Entidades Filiadas | 7.890.353 - Sócio | 24.062.754 - Representados
CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP | Telefone (0xx11) 2108 9200 - Fax (0xx11) 2108 9310
CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF | Telefone: (0xx61) 3322 5062 e (0xx61) 3322-5060