Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > ACONTECE > CNTSS/CUT CONTRIBUI NAS DISCUSSÕES DO VII CONGRESSO ESTADUAL DO SINDPREV BA

CNTSS/CUT contribui nas discussões do VII Congresso Estadual do SINDPREV BA

14/11/2017

Plano de Lutas e novo Estatuto da entidade estavam em destaque nas tarefas definidas como prioritárias para os delegados e delegadas presentes ao Congresso

Escrito por: Assessoria de Imprensa da CNTSS/CUT

 

 

Entre os dias 26 a 28 de outubro, o SINDPREV BA – Sindicato Trabalhadores Federais em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social no Estado da Bahia realizou seu VII Congresso Estadual. Entre as metas estabelecidas para o Congresso estavam a definição e aprovação do Plano de Lutas e a alteração do Estatuto. A direção da CNTSS/CUT – Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social foi representada por sua vice-presidenta, Isabel Cristina Gonçalves, e o secretário de Organização, Raimundo Cintra. Isabel Gonçalves esteve entre as lideranças que participaram da abertura e também pôde contribuir como expositora na mesa de debates sobre conjuntura nacional.

 

A cerimônia de abertura contou com as participações dos diretores da Secretaria de Organização do Sindicato, Edivaldo Santa Rita e Walter Cândido, o presidente da CUT BA, Cedro Silva, a diretora da Secretaria de Políticas Sociais, Lucivaldina Brito, o  deputado Federal e ex-secretário de saúde da Bahia, Jorge Sola, o diretor da Secretaria de Assuntos Jurídicos e presidente do Conselho Estadual de Saúde, Ricardo Mendonça, representante do PT, Maria Madalena Noronha, o suplente do Deputado Mario Jacó, Julimar Oliveira, o presidente do Sindicato dos Bancários, Augusto Vasconcelos, p representante do Sindpetro, Arleo , o representante do Sindacs BA, Adeilson, a presidente do SASB, Marleide Castro, e o representante do Sindprev DF, Romilson.

 

Os delegados e delegadas discutiram prioritariamente os seguintes temas: conjunturas internacional e nacional, contrarreformas previdenciária e trabalhista, saúde do trabalhador, GEAP, mobilidade, combate à violência contra as mulheres, política racial e de juventude, INSS e as indicações para a alteração Estatutária. Durante a mesa de abertura, a vice-presidente da Confederação refletiu sobre a importância da ação dos trabalhadores, do Sindicato, Confederação e de nossa Central neste processo de lutas e resistência contra o golpe e os seus desdobramentos. Mencionou que a agenda de discussões proposta para o VII Congresso foi muito bem pensada para enriquecer o debate e contribuir na definição coletiva do Plano de Lutas.

 

O impacto da Contrarreforma Trabalhista no meio sindical e nos setores públicos e privados foi o eixo trabalhado por Isabel Gonçalves durante as discussões sobre conjuntura nacional. Ficou evidenciado o processo de desmonte do Estado e dos direitos desencadeado por esta medida e as demais adotadas por este governo ilegítimo. As áreas que formam a Seguridade Social - Previdência e Assistência Social e Saúde – estão sendo vítimas preferenciais destes ataques, que podem ser maiores com a Contrarreforma da Previdência. Mencionou a intensão de Temer de abrir para o capital internacional as áreas da saúde e previdência.

 

 

A dirigente da CNTSS/CUT também fez observações sobre a crise política como estratégia dos setores conservadores para brecar os avanços conquistados na última década com as políticas públicas inauguradas a partir de 2003 pelos governos democráticos e populares. Alertou para a importância das eleições que acontecerão em 2018 para toda a sociedade e para os trabalhadores. Os fortes ataques contra as lideranças de esquerda são para evitar que o seu projeto retorne vitorioso ao Executivo Federal e também na configuração do novo Congresso Nacional.

 

Reiterou, ainda, a necessidade dos trabalhadores avançarem na organização e na luta para vencer os retrocessos impostos pelo projeto neoliberal e ultraconservador de Michel Temer. Aos delegados e delegadas desejou um bom Congresso e que o resultado do trabalho fosse fonte de fortalecimento para as lutas que teremos pela frente em virtude desta conjuntura tão adversa para os trabalhadores e os segmentos sociais menos favorecidos economicamente.

 

 

José Carlos Araújo

Assessoria de Imprensa da CNTSS/CUT

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Copyright @ CUT Central Única dos Trabalhadores | 3.820 - Entidades Filiadas | 7.890.353 - Sócio | 24.062.754 - Representados
CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP | Telefone (0xx11) 2108 9200 - Fax (0xx11) 2108 9310
CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF | Telefone: (0xx61) 3322 5062 e (0xx61) 3322-5060