Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > EM ATO EM HOMENAGEM AO SERVIDOR PÚBLICO, PRESIDENTE DA CNTSS/CUT REPUDIA ATAQUES DO GOVERNO A ESTES PROFISSIONAIS E AO ESTADO BRASILEIRO

Em ato em homenagem ao servidor público, presidente da CNTSS/CUT repudia ataques do governo a estes profissionais e ao Estado brasileiro

12/11/2019

Sessão Solene foi realizada na Câmara Federal e reuniu parlamentares, trabalhadores e lideranças para denunciar a perseguição contra os servidores e o desmonte do Estado

Escrito por: Assessoria de Imprensa da CNTSS/CUT

 

 

Os servidores públicos foram homenageados pela passagem de seu dia, comemorado oficialmente em 28 de outubro, em Sessão Solene realizada na quinta-feira, 24 de outubro, no Plenário da Câmara Federal. O presidente da CNTSS/CUT – Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social, Sandro Alex de Oliveira Cezar, foi um dos convidados para falar em nome dos trabalhadores. O dirigente fez uma dupla representação, além da Confederação, esteve na solenidade em nome do Comitê Executivo Regional da ISP – Internacional do Serviço Público, Confederação sindical que representa trabalhadores públicos em mais de 160 países.

 

O Plenário dr. Ulysses Guimarães recebeu inúmeros parlamentares, trabalhadores e lideranças dos servidores públicos para comemorar a data e aproveitar a oportunidade para defender estes profissionais e os serviços públicos dos ataques do governo de extrema direita e ultraliberal de Bolsonaro. A solenidade foi organizada e presidida pela deputada federal Erika Kokay (PT-DF). A parlamentar, em sua mensagem para requerer sessão solene, destacou que “o servidor público, qualquer que seja sua formação ou função desempenhada, é um importante agente na construção social”.

 

Ficou explicita nas falas feitas durante o evento a importância do servidor público como profissional capacitado com a expertise necessária para desenvolver suas funções dentro das mais diversas atribuições presentes no quadro do serviço estatal. Mas, ao mesmo tempo que se reafirma esta premissa, também ficou evidente que estes trabalhadores e a estrutura estatal estão sendo vítimas de ataques violentos com a finalidade clara de sucateamento do Estado brasileiro e as extinções de várias carreiras públicas e do serviço público, o que compromete fortemente os direitos da sociedade.

 

Clique sobre a imagem e veja a íntegra da fala

 

O presidente da Confederação iniciou sua fala expondo os duros ataques que o conjunto da classe trabalhadora vem sofrendo. O mais recente retrocesso chama-se Reforma da Previdência, que na verdade nada mais é do que “a destruição do sistema previdenciário brasileiro”. A aprovação, segundo ele comemorada por uma grande parcela dos parlamentares, é um grande desfavor ao povo brasileiro, pois um número incalculável de trabalhadores não terá direito a aposentadoria. O dirigente vê como um ato vergonhoso a comemoração de Paulo Guedes, que não está satisfeito em acabar com a Seguridade Social e agora ataca o SUS e o sistema de educação com a proposta de diminuir os percentuais de repasses estabelecidos na Constituição Federal de 1988.

 

Sandro Cezar fez questão de também denunciar a cruel realidade dos ataques contra o servidor público e os serviços públicos. Lembrou que na época de Collor eram chamados de Marajás, no de FHC de vagabundos e agora são culpados pela falência do Estado brasileiro. Os servidores, segundo ele, são sempre acusados. “Não nos chamam para tomar parte das decisões das políticas públicas, mesmo com toda a competência que os servidores têm para contribuir para o Brasil. Se pegarmos uma estatística mais amiúde, vamos descobrir que temos menos servidores do que é realmente necessário para atender o povo, ” destaca o presidente da Confederação.

 

 

O presidente da CNTSS/CUT acredita que as coisas tendem a mudar: “O que nos conforta é que ventos de mudança começam a soprar. E os que atacam o povo brasileiro podem ter certeza que os ventos da mudança soprarão nas ruas do Brasil. E os servidores públicos estarão lá para defender a sociedade. É isto que fazemos todos os dias quando estamos em nossos postos de trabalho realizando a atividade pública. Infelizmente, percebemos que estão desmontando o Estado brasileiro e transformando em letra morta a Constituição da República. Mas quero parabenizar os servidores públicos pelo excelente serviço que prestam ao povo brasileiro”.

 

Frente Parlamentar

 

Ainda naquela semana, especificamente em 23 de outubro, Sandro Alex também defendeu os trabalhadores do serviço público representando a Confederação e a ISP no ato solene de relançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público. A Frente Parlamentar, que reúne mais de uma centena de sindicatos, associações, federações e centrais sindicais, dos três poderes e das esferas estaduais, federal e municipais, já conta com apoio de dezenas de deputados federais e senadores. Sempre foi ponto de destaque de suas ações a defesa dos direitos e garantias dos servidores públicos e a preservação dos direitos da população a um serviço público de qualidade.

 

A Frente, que nesta nova etapa está sob a coordenação da deputada Alice Portugal (PCdoB-BA), senador Paulo Paim (PT-RS), deputado Danilo Cabral (PSB-PE) e senadora Zenaide Maia (PROS-RN), desempenha importante papel nas defesas destes trabalhadores, do Estado e dos direitos da população. Durante a sessão, foi divulgado Manifesto denunciando que todas as áreas do Estado brasileiro, inclusive as estratégicas, estão sendo vítimas de ataques de Bolsonaro. A pretexto de uma falsa política de modernização, o governo realiza o desmonte em todas as áreas e busca pôr fim a estabilidade dos servidores e impedir que possam fazer uso de seu direito a greve e a organização sindical. Os servidores querem a atualização e modernização do serviço público, mas de forma que isto ocorra tendo como premissa o desenvolvimento da nação e a garantia do atendimento da sociedade brasileira.

 

 

Clique aqui e veja a íntegra da Sessão Solene

 

 

 

José Carlos Araújo

Assessoria de Imprensa da CNTSS/CUT

 

 

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: direcao@cntsscut.org.br – tesouraria@cntsscut.org.br – imprensa@cntsscut.org.br

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: df@cntsscut.org.br