Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > SINDSPREV PB: SERVIDORES DO INSS EM GREVE FAZEM MOBILIZAÇÃO NA APS CENTRO

Sindsprev PB: servidores do INSS em greve fazem mobilização na APS Centro

12/04/2022

Greve deve continuar até que o governo negocie com entidades representativas dos servidores públicos federais

Escrito por: Sindsprev PB

 

Os servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) na Paraíba estão em greve. A paralisação do INSS inclui a suspensão do atendimento presencial em várias cidades. Para o Sindicado dos Trabalhadores em Saúde, Previdência e Trabalho do Estado da Paraíba (SindsprevPB), a greve está consolidada e a expectativa é de que um número maior de servidores faça adesão ao movimento com o passar dos dias.

 

Também cruzaram os braços as assistentes sociais e os médicos peritos. “Na Paraíba a greve do INSS está forte e em curva ascendente. Com muitas adesões”, aponta o Sindicato da categoria. Já os trabalhadores do Ministério da Saúde e da Superintendência Regional do Trabalho continuam em mobilização para também aderirem ao movimento, que está sendo feito em todo o país.

 

Para a direção do SindsprevPB, a greve deve continuar até que o governo negocie com entidades representativas dos servidores públicos federais. “Estamos acompanhando as negociações. O comando nacional e estadual se reúne a cada fim do dia para avaliação”, informou a direção, que está à frente da articulação do movimento, seguindo o indicativo das entidades sindicais dos servidores públicos federais.

 

Sem fazer greve há mais cinco anos, os servidores federais dizem que as condições de trabalho ficaram insustentáveis. Conforme o levantamento feito pelo Sindicato, as Gerências Executivas de João Pessoa e de Campina Grande tiveram as atividades paralisadas e, no interior está havendo mobilização para que a adesão seja ainda maior.

 

Na quarta-feira (30) houve mobilização na Agência da Previdência Social Sul, nos Bancários, onde foi feita reunião com a gerência e com os demais servidores. Na quinta (31), haverá ato público em frente à APS Centro (Parque Solon de Lucena). Em Campina Grande, manifestação dos servidores foi na APS Dinamérica, no bairro do mesmo nome. Na sexta (1º), haverá uma avaliação da greve por parte do comando, para direcionar as atividades da semana seguinte.

 

“No Brasil, temos hoje 2 milhões e 850 mil benefícios represados, com uma fila que dura em média cinco meses, é por conta disso que estamos fazendo uma greve, para garantir concurso público e um atendimento social digno a população brasileira. A greve é uma realidade. Vamos continuar na luta”, afirma a direção do Sindicato.

 

Por isso, os servidores do INSS exigem  concurso público, para que a população possa ser atendida sem tanta demora, além da profissionalização da Carreira do Seguro Social, a rediscussão do Programa de Gestão, a criação do Auxílio Teletrabalho, a reposição salarial, o auxílio saúde e creche, vale-alimentação, a derrubada do veto de R$ 1 bilhão no orçamento do INSS,  preservação de agências ameaçadas de fechamento e preservação do serviço público, entre outras reivindicações.

 

Na Paraíba, são cerca 400 servidores do INSS e aproximadamente 40 Agências da Previdência Social.

 

 

 

 

Fonte: https://bit.ly/368HQZ6

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: direcao@cntsscut.org.br – tesouraria@cntsscut.org.br – imprensa@cntsscut.org.br

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: df@cntsscut.org.br