Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > SPPREV: GOVERNO DO ESTADO COMEÇA A DESCONTAR A CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA DE APOSENTADOS

SPPrev: Governo do Estado começa a descontar a contribuição previdenciária de aposentados

15/10/2020

Juntamente com outras entidades sindicais, o SindSaúde-SP entrou na Justiça com um pedido de mandado de segurança para suspender o desconto

Escrito por: Sindsaúde SP

 

Na folha de pagamento deste mês, os aposentados e pensionistas pela SPPrev tiveram uma ingrata surpresa: o desconto referente à contribuição previdenciária. Essa nova alíquota é consequência da Reforma da Previdência promovida pelo governo de João Doria Jr., no qual o SindSaúde-SP lutou contra, ativamente, desde dezembro do ano passado, mas que infelizmente foi aprovada em março deste ano, após um ataque violento aos trabalhadores que estavam na porta da Alesp protestando.

 

A Reforma da Previdência Estadual, instituída pela Emenda Constitucional 49, de 2020 e pela Lei Complementar 1.354, de 2020 (antes PEC 18, de 2019, e PLC 80, de 2019, respectivamente), trouxeram diversas perdas para as trabalhadoras, trabalhadores, aposentados e pensionistas, entre elas, a cobrança de aposentados e pensionistas, caso o governo declare déficit atuarial do estado, ou seja, o governo autodeclara que faltam recursos para pagar os benefícios previdenciários. Foi o que aconteceu em junho deste ano, quando Doria assinou o decreto 65.021 fazendo tal declaração.

 

Justiça

 

Entidades sindicais contestaram o desconto na Justiça, e graças a uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI), protocolada pelo Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), o desembargador Antônio Malheiros, do Tribunal de Justiça de São Paulo proibiu o desconto. Contudo, em 28 de setembro, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, suspendeu a liminar.

 

Desconto

 

Com a queda da liminar, todos que recebem o valor de um salário mínimo passarão a ter o desconto, que pode variar de acordo com a faixa salarial, de 12% a 16%. Antes, só tinha o desconto quem ganhava benefício acima do teto do INSS (R$ 6.101,06).

 

O desconto aplicado na folha de pagamento de outubro é proporcional aos dias de 18 a 30 de setembro. E a partir da folha de novembro, o desconto será integral, tendo como referência o mês de outubro.

 

SindSaúde-SP contra o desconto

 

O SindSaúde-SP já está tomando as devidas providências para tentar reverter mais esse absurdo promovido pelo governo Doria. Juntamente com outras entidades sindicais, o SindSaúde-SP entrou na Justiça com um pedido de mandado de segurança para suspender o desconto.

 

 

 

Fonte: https://bit.ly/3769rZ3

 

 

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: direcao@cntsscut.org.br – tesouraria@cntsscut.org.br – imprensa@cntsscut.org.br

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: df@cntsscut.org.br