Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > SIMESP É CONTRA VOLTA ÀS AULAS PRESENCIAIS EM OUTUBRO

Simesp é contra volta às aulas presenciais em outubro

28/08/2020

Não há nenhuma garantia sendo dada pela prefeitura ou estado de que as condições sanitárias nas escolas estarão adequadas no momento do retorno

Escrito por: SIMESP

 

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou na sexta-feira, dia 7 de agosto, que a volta às aulas presenciais para escolas públicas e privadas terão início em outubro. No mesmo dia, o prefeito Bruno Covas afirmou que a rede municipal da cidade já está sendo preparada para o retorno das atividades escolares.

 

O Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp) se posiciona contrário a esse retorno, que não garante que todos os critérios epidemiológicos e sanitários mínimos sejam atendidos em um momento em que não há uma redução sustentada nos números de novos casos de Covid-19 (coronavírus) nem de mortes pela doença.

 

De acordo com Juliana Salles, diretora do Simesp e infectologista, as crianças também se infectam e contagiam, da mesma forma que os adultos. “É praticamente impossível garantir o isolamento social para as crianças na escola, mais ainda as da faixa etária da educação básica. Não há nenhuma garantia sendo dada pela prefeitura ou estado de que as condições sanitárias nas escolas estarão adequadas no momento do retorno, fazendo com que elas possam se tornar vetores para uma nova possível ascensão da doença. Mesmo que a criança esteja assintomática, ela pode contaminar as pessoas envolvidas em seus cuidados.”

 

Para Daniela Menezes, também diretora do sindicato, essa possível volta da ascensão da curva de contágio da doença acontece em um momento em que a pandemia não está controlada de fato, estão sendo fechados leitos de hospitais de campanha, demitindo médicos e diminuindo as contratações extras de profissionais da saúde que haviam sido feitas para o enfrentamento da Covid-19. “Com esse maior número de casos, consequentemente haverá mais casos graves com maior necessidade de leitos e de médicos para atendê-los, o que possivelmente aumentará o número de mortos pela doença e prolongará ciclo da pandemia no país”.

 

Estatísticas alarmantes

 

A quantidade de pessoas que pode passar a se expor ao coronavírus com o retorno da agenda escolar foi calculada por análise da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), revelando que pode representar maior risco para 9,3 milhões de brasileiros (4,4% da população total) que são idosos ou adultos. São Paulo é estado com maior número absoluto de pessoas nessa situação, pois são cerca de 2,1 milhões de adultos e idosos em grupos de risco com crianças em casa.

 

 

 

https://simesp.org.br/noticiassimesp/simesp-e-contra-volta-as-aulas-presenciais-em-outubro/

 

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: direcao@cntsscut.org.br – tesouraria@cntsscut.org.br – imprensa@cntsscut.org.br

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: df@cntsscut.org.br