Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > SIMESP SE UNIU À SERVIDORES EM ATO CONTRA A PRIVATIZAÇÃO DO HOSPITAL DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL

Simesp se uniu à servidores em ato contra a privatização do Hospital do Servidor Público Municipal

28/08/2020

O Hospital do Campo Limpo passa pelo mesmo processo de terceirização.

Escrito por: SIMESP

 

O Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp) se juntou, em  7 de agosto, a médicos do Hospital do Servidor Público Municipal (HSPM) para protestar contra a terceirização dos serviços de saúde do município. O ato ocorreu em frente ao hospital e seguiu as recomendações de distanciamento social.

 

Desde o início do ano, médicos servidores do HSPM têm lidado com a falta de transparência da Prefeitura de São Paulo quanto ao futuro da unidade. Segundo acompanhamento do Simesp e denúncias recebidas pela entidade, os médicos não têm ciência do que realmente está acontecendo neste e em outros hospitais municipais. “O pronto-socorro e o gripário inaugurado na unidade foram assumidos por médicos terceirizados pelas organizações sociais Centro de Estudos e Pesquisas “Dr. João Amorim” (Cejam) e Instituto de Atenção Básica e Avançada à Saúde (Iabas). O sindicato também tem a informação de que unidades inteiras de terapia intensiva também foram entregues a funcionários dessas OSs”, explica Juliana Salles, secretária geral do Simesp.

 

Além disso, segundo Juliana, já nos primeiros meses de 2020, médicos que trabalhavam no pronto-socorro no turno da noite foram pegos de surpresa com a transferência para o turno do dia com uma negociação conturbada e com alterações nas cargas horárias desses profissionais.

 

O Hospital do Campo Limpo passa pelo mesmo processo de terceirização. A OS Hospital Israelita Albert Einstein tenta assumir setores do hospital durante esta semana, mesmo ainda não havendo um contrato de gestão com o município. “É urgente que contenhamos essa onda de terceirizações e privatizações de equipamentos de saúde na cidade de São Paulo porque a entrega desses serviços para as organizações sociais não traz melhores indicadores de saúde nem melhoria de qualidade de assistência à população, ainda mais com os médicos sem os seus direitos não atendidos, já que são altamente ‘pejotizados’ nesse modelo de contratação”, finaliza Juliana.

 

As mudanças no HSPM e em outros hospitais municipais podem ser aprofundadas pela extinção da Autarquia Hospital Municipal (AHM) da gestão Bruno Covas, que aprofunda um projeto de privatizações por toda a cidade.

 

 

https://simesp.org.br/noticiassimesp/simesp-se-uniu-a-servidores-em-ato-contra-a-privatizacao-do-hospital-do-servidor-publico-municipal/

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: direcao@cntsscut.org.br – tesouraria@cntsscut.org.br – imprensa@cntsscut.org.br

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: df@cntsscut.org.br