Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > TROPA DE CHOQUE NA ADC FHEMIG

Tropa de choque na ADC Fhemig

28/08/2020

Trabalhadores são recebidos pela tropa de choque na porta da Fhemig

Escrito por: Sindsaúde MG

 

Os trabalhadores da Administração Central da Fhemig foram surpreendidos em 06 de agosto, quando chegaram na porta da Fhemig para participar de uma assembleia e se depararam com a tropa de choque da Polícia Militar. O desproporcional aparato policial causou temor em quem estava dentro do prédio e nos servidores que aguardavam a assembleia. Os policiais estavam com fuzis e spray de pimenta como forma de amedrontar os servidores.  

 

A assembleia dos trabalhadores da ADC estava marcada para o dia 04/08, quando teve que ser adiada para a manhã desta quinta-feira, 6, a pedido dos trabalhadores.

 

Como já noticiado pelo site do Sind-Saúde, a motivação que levou aos trabalhadores se reunirem em assembléia é  que a gestão está fechando o prédio da administração central e transferindo os trabalhadores arbitrariamente para a Cidade Administrativa. 

 

O assunto que já havia sido discutido em Plenária do Conselho Estadual de Saúde, onde foi formada uma Comissão de trabalhadores da ADC para acompanhar todo o processo junto ao Ministério Público e o sindicato. A plenária contou, ainda, com presença da Promotora de Justiça de Defesa da Saúde Josely Ramos Pontes, que acompanha a situação.

 

A reunião para manter a discussão foi adiada devido à pandemia, mas de forma atropelada a gestão da Fhemig continua afrontando os trabalhadores e dando seguimento ao processo, sem dialogar com a categoria e em meio às inúmeras restrições devido à pandemia. Ainda assim, nenhuma publicação em órgão oficial foi feita, a informação circula apenas internamente.

 

Não parando por aí, a Fhemig coloca ainda viaturas e até ônibus da tropa de choque da PM para coagir e amedrontar os trabalhadores que, dentro dos seus direitos, querem discutir sobre suas condições de trabalho. Absurdamente, a polícia impediu que o Sind-Saúde ligasse a caixa de som para realizar a assembleia.

 

Em meio a uma crise sanitária, de um vírus que tem tirado milhares de vidas, inclusive de trabalhadores da saúde, é chocante ver a repressão na qual a Fhemig tem tratado seus servidores. Trabalhadores da saúde que já estão trabalhando inseguros, com medo, temendo pela própria vida por conta da pandemia, têm ainda que lidar com arbitrariedades dentro do seu local de trabalho, sendo submetidos a um tratamento indigno, autoritário e humilhante. A Fhemig esconde até mesmo os dados de contaminação de servidores.

 

Nenhum trabalhador, de qualquer categoria que seja, merece passar por uma situação dessa.  É lamentável que em um momento como esse, os profissionais da saúde sejam tratados assim. O Sindicato encaminhou o ocorrido à Assembleia Legislativa (ALMG) com pedido de debater o assunto em audiência pública. O mandato de deputado estadual Betão esteve no local.  A assembleia dos trabalhadores também encaminhou que o fato será comunicado ao Ministério Público que está acompanhando o caso.

 

 

 

http://www.sindsaudemg.org.br/index.php/fhemig/3697.html?task=view

 

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: direcao@cntsscut.org.br – tesouraria@cntsscut.org.br – imprensa@cntsscut.org.br

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: df@cntsscut.org.br