Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > DIRIGENTES DA CNTSS/CUT DENUNCIAM AS MAZELAS DA TERCEIRIZAÇÃO NA SAÚDE PÚBLICA BRASILEIRA

Dirigentes da CNTSS/CUT denunciam as mazelas da terceirização na saúde pública brasileira

27/08/2020

O presidente da CNTSS Sandro César e a diretora Célia Regina concederam entrevista ao portal da CUT Nacional sobre o assunto

Escrito por: SINDPREV-AL

 

O presidente e a tesoureira da CNTSS/CUT – Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social, respectivamente, Sandro Alex de Oliveira Cezar e Célia Regina Costa, concederam entrevistas para o site da CUT – Central Única dos Trabalhadores sobre um fenômeno que há tempos vem comprometendo as estruturas das redes públicas de saúde, desqualificando o atendimento prestado à sociedade, causando precarização nas condições e relações de trabalho e permitindo que irregularidades possam ser praticadas, qual seja: o processo permanente de terceirização das redes públicas.

 

Nem mesmo os fortes apelos em defesa dos profissionais e do SUS – Sistema Único de Saúde manifestados recentemente por diversos setores sociais em reconhecimento pelo importante papel desenvolvido neste período de  combate à pandemia do Covid-19 em nosso país fez com que alguns governos retrocedessem aos ataques contra o sistema, servidores e usuários das redes públicas. É consenso que sem o SUS e seus profissionais o número de óbitos pelo coronavírus seria ainda maior do que infelizmente vem sendo confirmado diariamente.

 

A CNTSS/CUT e seus sindicatos da área de saúde sempre fizeram a denúncia junto à população e nos espaços sociais sobre esta prática irresponsável que dilapida o patrimônio e que precariza enormemente as condições de atendimento dos cidadãos. Embates com as administrações públicas e o uso da Justiça são algumas das formas de resistência utilizadas para evitar o uso sistemático da terceirização por alguns governos. Muitos são os casos em que os gestores públicos tomam como álibi os custos com folha de pagamento e as restrições impostas pela Lei de Responsabilidade Fiscal para agirem de má fé contra o SUS.

 

Outra manifestação danosa desta prática tem a ver com a ampliação de situações que facilitam irregularidades com as gestões financeiras das unidades terceirizadas. Célia Regina Costa relembra que uma CPI – Comissão Parlamentar de Inquérito realizada na Assembleia Legislativa de São Paulo, em 2018, demonstrou os caminhos utilizados para desvios de dinheiro. Sandro Cezar também destacou as denúncias feitas agora no Rio de Janeiro com o desvio de recursos para combate ao Covid-19 que podem custar o impeachment do governador Wilson Witzel (PSC).

 

 

https://www.sindprev-al.org.br/2020/08/dirigentes-da-cntss-denunciam-as-mazelas-da-terceirizacao-na-saude-publica-brasileira/

 

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: direcao@cntsscut.org.br – tesouraria@cntsscut.org.br – imprensa@cntsscut.org.br

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: df@cntsscut.org.br