Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > SAÚDE DE MINAS GERAIS EM LUTO

Saúde de Minas Gerais em Luto

29/07/2020

Mais um trabalhador da saúde públicade Minas Gerais é levado pelo Coronavírus

Escrito por: Sindsaúde MG

 

A Covid-19 fez mais uma vítima entre aqueles que estão na linha de frente. É com tristeza que o Sindicato Único dos Trabalhadores da Saúde de Minas Gerais, vem novamente manifestar seu pesar pela perda de um trabalhador da saúde.


É com o mais profundo pesar que o Sind-Saúde informa o falecimento do Técnico de Enfermagem da Maternidade Odete Valadares, Luíz Alberto Alves, na última quinta-feira, 23 de julho de 2020. Lamentavelmente, mais um trabalhador da saúde teve uma desfecho trágico após ser contaminado por Covid-19.


O Sind-Saúde/MG reconhece toda a dedicação e compromisso do técnico de Enfermagem, Luíz Alberto, pelo trabalho prestado aos usuários do Sistema Único de Saúde e pelo trabalho realizado no Hospital e Maternidade Odete Valadares, e registra solidariedade à família, aos amigos e aos colegas de trabalho, rogando a Deus que conforte seus corações.


O Sind-Saúde registra o repúdio à gestão da Fhemig pelo descaso, falta de diálogo, falta de condições adequadas de trabalho, de testagens, falta de pessoal, falta de EPI e afastamento de trabalhadores do grupo de risco, e etc, motivos pelos quais o sindicato vem fazendo denúncias no Ministério Público, Ministério da Saúde e na imprensa, desde o ínicio da pandemia.

 

Até hoje, não se sabe ao certo o número de óbitos de trabalhadores por Covid-19, mas sabe-se que mais de 200 trabalhadores estão infectados pelo vírus. O sindicato já solicitou inúmeras vezes esses dados, no entanto, a Fhemig jamais divulgou ou encaminhou ao sindicato.


A falta de dados oficiais sobre contaminações e mortes entre enfermeiros e outros profissionais de saúde é escandalosa. Profissionais de saúde foram expostos a um risco maior devido à falta de EPI e à falta de preparação para essa pandemia. Como resultado, as taxas de contaminação e, tragicamente, as mortes aumentam diariamente. A falha da Fhemig e do governo estadual em coletar essas informações de maneira consistente significa não ter os dados que seriam adicionados à ciência, que poderiam melhorar as medidas de controle e prevenção de infecções e salvar a vida de outros profissionais de saúde.

 

O sindicato lamenta profundamente o número de mortes dos trabalhadores da saúde, reflexo do abandono ao qual a Fhemig impôs ao trabalhador do Sistema Único de Saúde de Minas Gerais, e se solidariza com todos os familiares e colegas daqueles que tiveram suas vidas interrompidas pela pandemia mundial.

 

 

 

http://www.sindsaudemg.org.br/index.php/fhemig/3682.html?task=view

 

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: direcao@cntsscut.org.br – tesouraria@cntsscut.org.br – imprensa@cntsscut.org.br

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: df@cntsscut.org.br