Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > SINDSAÚDE RS: ATOS NA SANTA CASA E NO PIRATINI COBRAM "MINISTRO" E GESTORES SOBRE TESTAGEM JÁ

Sindsaúde RS: atos na Santa Casa e no Piratini cobram "Ministro" e gestores sobre testagem já

23/07/2020

Continuaremos exercendo essa pressão política semana a semana, hospital por hospital, afirma dirigente do Sindicato

Escrito por: Sindsaúde RS

O Sindisaúde-RS tem sido intransigente na defesa dos trabalhadores que representa. No início da pandemia, lá em março, grande parte de nossa diretoria foi contaminada em atos nos hospitais cobrando EPI’s e afastamento, o que levou o sindicato a fechar a sede e colocar seus funcionários em home office. Há algumas semanas, o sindicato pôde enfim retomar os atos de rua, com os protestos por “Testagem Já!”, que começaram no Hospital São Lucas da PUC, no GHC e no HCPA, e seguem, toda semana, em diferentes hospitais.

 

Na terça (21) estivemos em frente ao Palácio Piratini. Nosso protesto foi em frente à sede do governo estadual porque estava lá o “Ministro” interino da Saúde, Eduardo Pazuello, um militar sem nenhuma formação na área que, atuando como um poste em sua presença interina no Ministério, acaba respaldando os mais de 80 mil brasileiros.

 

Esse número de mortos é resultado direto da covardia, incompetência e da politicagem mais baixa já praticada na história do Brasil: enquanto se faz de rogado para pagar um auxílio-emergencial de R$ 600, Bolsonaro irá pagar R$ 25 bilhões em um penduricalho chamado "adicional de habilitação" ao Exército. Desse total, R$ 1 bilhão já serão pagos esse ano, em plena pandemia, entrando já na folha de julho dos militares. O adicional pode ser suspenso, mas o presidentezinho prefere proteger os militares a proteger trabalhadores da saúde.

 

Em POA, Pazuello não teve sequer coragem de ver a sua "obra" em meio à pandemia. Isso porque o sindicato havia agendado inicialmente o protesto para o GHC, que seria visitado pelo "Ministro". Porém, Pazuello mudou de ideia e fugiu para o amparo do governador, Eduardo Leite. Por isso, a diretoria rumiu para a sede do governo, onde protestou até próximo ao meio-dia.

 

Já nesta quarta (22), desde as 6h30min da manhã estivemos em frente à Santa Casa, onde denúncias de abafamento de casos se avolumam nas redes do sindicato. “Continuaremos exercendo essa pressão política semana a semana, hospital por hospital. Há alguns dias, fechamos a nova convenção Sindihospa para garantir os direitos da categoria em meio aos ataques de patrões e governo. Mas precisamos, inadiavelmente, garantir testagem para todos trabalhadores da saúde. Isso é imprescindível para proteger nossos colegas e a sociedade”, declarou o presidente do sindicato, Julio Jesien.

 

 


Stéfano Mariotto de Moura

 

 

http://www.sindisaude.org.br/noticia/testagem-ja-atos-na-santa-casa-e-no-piratini-cobram-ministro-e-gestores

 

 

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: direcao@cntsscut.org.br – tesouraria@cntsscut.org.br – imprensa@cntsscut.org.br

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: df@cntsscut.org.br