Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > SINDSAÚDE ES: SEMINÁRIO DISCUTE SAÚDE PÚBLICA

Sindsaúde ES: seminário discute Saúde Pública

26/07/2018

Saúde Pública passa por um momento terrível e que é preciso combater radicalmente a ampliação das terceirizações

Escrito por: Sindsaúde ES

 

Um grupo interessado em discutir estratégias para barrar as privatizações/terceirizações na área da Saúde - formado por trabalhadores, sindicalistas, autoridades políticas, advogados, estudantes, lideranças comunitárias e integrantes de movimentos sociais - esteve reunido na manhã desta sexta-feira (13/7), no auditório do Sindsaúde-ES.

 

O evento, intitulado "Seminário Interestadual Saúde Pública: Dever do Estado", contou com palestra do diretor de Comunicação do Sindsaúde-ES, Valdecir Nascimento, que fez uma análise da situação no Espírito Santo. Na sequência, a professora Elda Coelho de Azevedo Bussinguer discorreu sobre a lógica do mercado e a terceirização dos serviços de saúde.

 

Os participantes puderam conferir também uma palestra do advogado Cezar Britto, que fez uma análise de conjuntura jurídica atual; seguido pelo advogado Alexandre Zamprogno, que adiantou as providências que podem ser tomadas contra o avanço das terceirizações em nosso estado.

 

O Seminário é uma resposta diante das declarações recentes do atual secretário estadual de Saúde. Em entrevista para a imprensa local, ele afirmou que o governo de Paulo Hartung quer privatizar/terceirizar mais seis hospitais da rede pública até o final do ano.

 

Os(as) palestrantes evidenciaram a importância da união de esforços como sendo fundamental na luta para impedir a entrega dos hospitais públicos para as empresas travestidas de organizações sociais (OSs). Entre os exemplos de experiências desastrosas e criminosas é o do Hospital Infantil de Vila Velha (Heimaba) que, após terceirização, teve aumento no número de óbitos de recém-nascidos.

 

Outra fala comum dos palestrantes é de que a área da Saúde Pública passa por um momento terrível e que é preciso combater radicalmente a ampliação das terceirizações, afinal, os serviços do setor devem ser ofertados diretamente pelo Estado, sendo garantido o acesso de todos e todas.

 

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

Copyright @ CUT Central Única dos Trabalhadores | 3.820 - Entidades Filiadas | 7.890.353 - Sócio | 24.062.754 - Representados
CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP | Telefone (0xx11) 2108 9200 - Fax (0xx11) 2108 9310
CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF | Telefone: (0xx61) 3322 5062 e (0xx61) 3322-5060