Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > SINDSPREV PE REALIZA IX CONGRESSO ESTADUAL

Sindsprev PE realiza IX Congresso Estadual

19/07/2018

Congresso tem painel com professor da Unicamp e economista, Márcio Pochmann, que apresentou o tema “Em Defesa do Serviço Público e da Democracia

Escrito por: Sindsprev PE

 


O primeiro dia do IX Congresso Estadual do Sindsprev Pernambuco (Conesinds-PE) começou pontualmente às 15h, com o credenciamento dos congressistas. A boa adesão dos delegados e delegadas, eleitos nos locais de trabalho, e aposentados de todo estado ao Congresso foi facilmente percebida pelas filas no credenciamento. Mas nada que atrapalhasse o andamento normal do evento.


Às 19h30 teve início a cerimônia de abertura, com a apresentação do Coral Sindsprev-PE, que foi bastante aplaudido. Em seguida, foi formada a mesa de honra: o doordenador geral do Sindsprev-PE, Luiz Eustaquio; o secretário Geral do Sindsprev-PE, Irineu Messias; a administradora do Sindsprev-PE, Jeane Ezucarly; o representante da Fundacentro, José Hélio; a secretaria Nacional de Combate ao Racismo da CUT Nacional, Julia Reis; o deputado Estadual, Isaltino Nascimento; o representante da superintendência do INSS, Everaldo Feliciano; o presidente CUT-PE, Paulo Rocha; o representante da comissão organizadora Congresso, Geraldo Mathias, e a diretora do Conselho Executivo, Alcinete de Lemos Vasconcelos.


Cada representante deu um breve depoimento sobre a importância do Congresso e suas expectativas para esses quatro dias, todos eles sendo aplaudidos pela plateia. Logo depois de finalizada a cerimônia de abertura do Congresso, foi a vez da formação da mesa para o primeiro Painel Temático, com o professor da Unicamp e economista, Márcio Pochmann, que apresentou o tema central do IX Conesinds-PE: “Em Defesa do Serviço Público e da Democracia”.


Pochmann começou sua explanação fazendo um apanhado da história política do Brasil e de sua recente democracia e a forma com que ela se deu. Falou da falsa imagem da honestidade do período militar. “É uma história falaciosa, durante a ditadura foram construídas grandes obras faraônicas, vários cargos foram criados e não se tinha nenhum controle dos gastos públicos”, afirmou Pochmann.

 

Segundo ele, o atual governo tem forte influência do poderio econômico internacional e como esses atores econômicos estão atuando no cenário político. “A Lei da Terceirização e essa reforma trabalhista foram patrocinadas por esse grande poder das grandes corporações internacionais”, afirmou. Citou, ainda, como exemplo, o caso do maior desastre ambiental ocorrido no País, na cidade de Mariana, onde dezenas de pessoas morreram, e centenas ficaram desabrigadas vítimas de uma falha por parte de uma empresa com investimento australiano. E destacou que mesmo com toda essa repercussão e prejuízo às famílias e ao país, ninguém foi preso.


Em outro momento, Pochmann explanou sobre os verdadeiros investidores nessa atual política, e que o cenário só pode mudar se os agentes da sociedade como os sindicatos e a sociedade civil organizada se posicionarem. “Para se ter uma ideia, 50% dos Deputados Federais foram eleitos com o investimento do agronegócio”; “Eles têm a política de quanto pior, melhor. Eles querem desacreditar a população sobre política, para se perpetuarem no poder”, sentenciou. Citou também como exemplo o caso da recente eleição para governo no Tocantins, onde mais de 50% da população não foi votar. “Precisamos incentivar a politização da sociedade, esse também é o papel da entidade sindical, e por isso que estou aqui e espero que vocês atendam a esse pedido”, afirmou.

Por fim, deixou a mensagem que pode ser a síntese de sua apresentação: “Não estamos vivendo uma sociedade de mudança e sim, uma mudança de sociedade, precisamos lutar juntos por um novo momento político e social do Brasil”, finalizou.


Logo após a apresentação, foi passada a palavra ao debatedor, deputado estadual, Isaltino Nascimento, que trouxe mais dados sobre o momento político e social do país para enriquecer o debate: “Em Pernambuco, 85% da população não tem plano de saúde e apenas 5% ganham mais de R$ 5 mil”, afirmou, enquanto falava da condição do estado atualmente.


Em seguida, o coordenador da mesa, Luiz Eustaquio, falou a falta de esperança da população com o atual momento político do Brasil, mas ressaltou que a luta sindical tem papel importantíssimo nessa questão. “Nós que estamos aqui devemos dar exemplo nas nossas casas, no nosso bairro e no nosso local de trabalho, e fazer com que as pessoas voltem a acreditar que a mobilização social é importante para todos nós”, afirmou Luiz.


Ao fim, foram feitos questionamentos, por parte da plateia, ao palestrante e todos foram esclarecidos. Finalizando a noite e a abertura da nona edição do Congresso Estadual do Sindsprev Pernambuco com toda a plateia aplaudindo de pé o convidado e toda a mesa. Pode-se dizer, que o Congresso começou da melhor maneira possível. 


 


 


 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: direcao@cntsscut.org.br – tesouraria@cntsscut.org.br – imprensa@cntsscut.org.br

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: df@cntsscut.org.br