Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > MINISTÉRIO DO TRABALHO INTERMEDEIA IMPASSE ENTRE SEET E SINDESSTO

Ministério do Trabalho intermedeia impasse entre SEET e SINDESSTO

11/04/2018

Sindicato tem buscado amenizar os prejuízos causados pela reforma trabalhista muito danosa aos trabalhadores, sobretudo, da enfermagem

Escrito por: SEET

 

O diretor Jurídico do SEET, João Batista Alves das Neves, e o advogado, dr. Flávio Alves do Nascimento, estiveram em reunião com os representantes do Ministério do Trabalho e Emprego do Tocantins e do Sindicato dos Hospitais e Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado do Tocantins (SINDESSTO), para tratar das negociações da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT).


A reunião aconteceu na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Tocantins (SRTE/TO) sob a mediação do Sr. Celso Cesar da Cruz Amaral Jesus, Auditor Fiscal do Trabalho e Superintendente Regional do Trabalho no Tocantins e presença do Sr. Benvindo Vieira da Costa, Chefe da Seção de Relações do Trabalho (Seret/To).


Também estiveram presentes, o vice-presidente do SINDESSTO, Thiago Antônio de Sousa Figueiredo, o advogado, Dr. Airton Jorge de Castro Veloso, e alguns alunos do curso de Direito.


O SEET havia solicitado ao Ministério intermédio nas negociações com o Sindicato Patronal, devido ao impasse nos acordos da CCT dos servidores da rede privada de saúde. O Ministério se posicionou a favor da mediação oferecendo sugestão para sanar o conflito. O principal impasse na construção da CCT, vem por parte da proposta do Sindicato Patronal para alterar os plantões dos profissionais elevando à 15 plantões mensais, substituindo os 13 hoje praticado.


Segundo João Batista Alves das Neves, o SEET já realizou duas Assembleias Gerais com a categoria, que se opõe a ampliação dos plantões. “O ideal é reduzi a carga horaria, já que estamos trabalhando para que o profissional consiga ter vida social e melhor qualidade de trabalho”, afirma.


Claudean Pereira Lima, presidente do SEET, acentua que brevemente estará realizando uma nova assembleia com a categoria para apresentar a sugestão pelo Ministério e, com o parecer dos profissionais, convocar uma nova mesa de negociação com o SINDESSTO. “Temos buscado de todas as formar amenizar os prejuízos causados pela reforma trabalhista muito danosa aos trabalhadores brasileiro, sobretudo, da enfermagem” finaliza.

 

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

Copyright @ CUT Central Única dos Trabalhadores | 3.820 - Entidades Filiadas | 7.890.353 - Sócio | 24.062.754 - Representados
CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP | Telefone (0xx11) 2108 9200 - Fax (0xx11) 2108 9310
CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF | Telefone: (0xx61) 3322 5062 e (0xx61) 3322-5060