Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > GREVE NACIONAL DO MTE - MATO GROSSO

Greve Nacional do MTE - MATO GROSSO

17/11/2009

Servidores do Trabalho de MT seguem no 4º dia de greve

Escrito por: Fonte: Gazeta Digital

Servidores da Superintendência Regional do Trabalho (SRTE), antiga DRT, seguem no 4º dia de greve nesta segunda-feira (16). A categoria quer melhores salários, condições de trabalho, a reestruturação do órgão e o Plano de Cargo Carreira e Salários (PCCS) específico do setor do Ministério do Trabalho.

O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Federais de Mato Grosso, Carlos Alberto de Almeida, estará de manhã em Rondonópolis para uma reunião com os trabalhadores da Funasa e de tarde com os fuincionários da SRTE para que haja adesão ao movimento.

A paralisação deve ser realizada em outros 22 estados ainda no início da semana, mas com expectativa de 100% de adesão nacional. O Sindsep-MT também espera que outras cidades de MT estejam presentes nessa manifestação. Junto ao presidente, irá um representante da SRTE de Cuiabá e um delegado será escolhido para acompanhar as negociações em Brasília.

Também continua na segunda-feira a exibição das fotos do sucateamento do órgão em Cuiabá. Com o tema "Casa de ferreiro, espeto de pau", os trabalhadores exibem retratos das más condições de trabalho a que são submetidos. A categoria alega que "por ironia do destino" o órgão responsável pela fiscalização de trabalho convive com o sucateamento de um prédio que completa quase cinco décadas.

Antes de iniciarem a greve, os servidores já vinham dando o indicativo com paralisações de 24h. Desde fevereiro a categoria aguarda um posicionamento do governo e até agora não houve acordo.O governo não apresentou nenhuma resposta às reivindicações dos servidores e, mesmo com as advertências realizadas em agosto, setembro e outubro, o Executivo continuou a ignorá-los.

O Plano de Carreira é uma antiga reivindicação dos servidores do MTE que desempenham importante função no trato das questões trabalhistas entre patrões e empregados, sendo fundamental para os servidores do Trabalho a sua implementação visando corrigir imensa defasagem salarial dando estímulo aos novos contratados que, sem essa nova carreira, já se preparam para deixar o serviço público. Os trabalhadores do MTE esperam que o governo cumpra seu compromisso de garantir essa nova carreira para os servidores administrativo do Trabalho.

Além do problema salarial e da falta de incentivos para a qualificação, os servidores lutam por melhores condições de trabalho e também pela contratação de mais concursados, para melhorar o serviço oferecido à população.


  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: direcao@cntsscut.org.br – tesouraria@cntsscut.org.br – imprensa@cntsscut.org.br

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: df@cntsscut.org.br