Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > AGENTES COMUNITÁRIOS > NÃO VAMOS ACEITAR A CENSURA, SERVIDOR PÚBLICO SERVE AO POVO

Não vamos aceitar a censura, servidor público serve ao povo

06/08/2020

Não vamos ceder nenhum milímetro às ameaças dos aprendizes de ditadores, pois contra elas usaremos a força da Constituição da República

Escrito por: SINTSAÚDERJ

 

O SINTSAÚDERJ vem a público repudiar mais uma tentativa do Ministério da Saúde de tentar impedir a livre circulação de informações. Primeiro mudou a forma de divulgar os números de casos da COVID19 e os óbitos, agora, em outra atitude bizarra, tenta impedir a livre manifestação de pensamentos e a liberdade de expressão quando ameaça perseguir os servidores do próprio órgão anunciando a censura as suas redes sociais.

 

Em material oficial do Órgão, da autoria da Comissão de Ética  se mistura  vida privada do servidor com as obrigações funcionais, fazendo menção que os mesmos devem ter cuidados as suas manifestações em redes sociais, em especial em tempo de quarentena: 

 

“Quem vê seu perfil ou posts nas redes sociais, seja no WhatsApp, Facebook, Twitter e outras, está vendo também os comentários, fotos e informações de um agente público. As redes sociais são ferramentas muito úteis e práticas, mas devem ser usadas com cuidado”.

 

O tal documento ainda acrescenta ameaças de que as publicações em redes sociais podem trazer consequências às vidas funcionais, vejamos: “A função pública se integra na vida particular de cada servidor público e, por isso, os fatos verificados na conduta do dia a dia em sua vida privada poderão acrescer ou diminuir o seu bom conceito na vida funcional”.

 

Segue o manual do censor virtual:

 

“A dignidade, o decoro, o zelo, a eficácia e a consciência dos princípios morais são primados maiores que devem nortear o servidor público, seja no exercício do cargo ou função, ou fora dele”.

 

Não vamos ceder nenhum milímetro às ameaças dos aprendizes de ditadores, pois contra elas usaremos a força da Constituição da República, que consagrou aos brasileiros e brasileiras o direito a liberdade de expressão e de pensamento:

 

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes: 

 

  IV -  é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

 

  IX -  é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

 

  X -  são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito a indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação;

 

O SINTSAÚDERJ encaminhará denúncia ao Ministério Público Federal para que sejam apuradas as práticas ilegais previstas no manual da censura do Ministério da Saúde. Pois os servidores públicos servem ao povo e a Nação, não aos Governos.

 

 

http://www.sintsauderj.org.br/noticia/nao-vamos-aceitar-a-censura-servidor-publico-serve-ao-povo

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: direcao@cntsscut.org.br – tesouraria@cntsscut.org.br – imprensa@cntsscut.org.br

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: df@cntsscut.org.br