Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > ACONTECE > PROFISSIONAIS DA SAÚDE SÃO AS MAIORES VÍTIMAS DA COVID-19

Profissionais da saúde são as maiores vítimas da Covid-19

08/10/2020

Dados demonstram que quase 570 mil profissionais de saúde em nossa região ficaram doentes e mais de 2,5 mil sucumbiram ao vírus

Escrito por: Sindsprev PE

 

Os profissionais de saúde estão vulneráveis à Covid-19 e as Américas registraram o maior número de profissionais de saúde infectados no mundo. O dado divulgado, em setembro, pela diretora da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), Carissa F. Etienne, mostra que quase 570 mil profissionais de saúde em nossa região ficaram doentes e mais de 2,5 mil sucumbiram ao vírus.

 

Com quase 13,5 milhões de casos de COVID-19 e mais de 469 mil mortes notificadas nas Américas (4 mil mortes por dia), a escala desta pandemia não tem precedentes. “Nenhum outro grupo sentiu isso de forma mais aguda do que os próprios homens e mulheres que compõem nossa força de trabalho em saúde”, disse Etienne.

 

Um dado registrado, em agosto, mostrava que, no Brasil, a cada minuto, um profissional de saúde era infectado pelo novo coronavírus. De acordo com dados do Ministério da Saúde, de fevereiro a agosto, 258.190 trabalhadores foram detectados com a Covid-19. Hoje, o Boletim Epidemiológico nº 33, mostra que até o dia 26 de setembro foram notificados 1.301.066 casos de síndrome gripal suspeitos de covid-19 em profissionais de saúde no e-SUS Notifica. Destes, 322.178 (24,8%) foram confirmados para covid-19.

 

A pesquisadora Ana Luiz Pavão, pesquisadora da Fundação Oswaldo Cruz, explica que os profissionais de saúde estão na linha de frente no combate à pandemia e existem procedimentos na área da saúde que geram muito aerossóis, como intubação, nebulização, aspiração de vidas aéreas, coleta de escarro etc. As realizações desses procedimentos somadas à falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e de treinamento adequado explicam o alto número de infectados.

 

De acordo com pesquisa da Fundação Getúlio Vargas, apenas 32% dos profissionais da saúde no Brasil receberam os EPIs e treinamentos durante a pandemia de Covid-19, um índice considerado baixo diante de equipamentos essenciais para a redução de número de infectados por Covid-19.

 

Quem sofre são os técnicos e os auxiliares de enfermagem, enfermeiros, médicos, agentes comunitários e recepcionistas das unidades de saúde. Eles estão entre os mais infectados entre os profissionais de saúde. A perda, porém, não é sentida apenas pelas famílias e amigos desse profissional de saúde, mas, sim, por toda sociedade. “Há uma perda em relação aos recursos humanos nos serviços de saúde e, no Brasil, temos uma carência desses profissionais, principalmente, no interior do Brasil”, explicou Ana Luiz Pavão, pesquisadora da Fundação Oswaldo Cruz. Esse cenário se torna mais grave nesse contexto de pandemia quando mais se precisa desses profissionais.

 

Fonte:


Cerca de 570 mil profissionais de saúde se infectaram e 2,5 mil morreram por COVID-19 nas Américas


Profissionais de saúde e a COVID-19


A cada minuto, um profissional de saúde é infectado por Covid-19 no Brasil

Boletins Epidemiológicos

 

 

https://bit.ly/30KV1JS

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: direcao@cntsscut.org.br – tesouraria@cntsscut.org.br – imprensa@cntsscut.org.br

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: df@cntsscut.org.br