Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > ACONTECE > SINTFESP APOIA CAMPANHA NOVEMBRO AZUL

Sintfesp apoia campanha Novembro Azul

06/11/2018

Em 2018, centenas de ações ocorrerão em várias cidades do Brasil

Escrito por: Sintfesp GO/TO

 

Novembro é o mês de combate ao câncer de próstata. E para conscientizar milhões de homens sobre a importância da prevenção e diagnóstico, entidades médicas em todo o mundo fazem neste mês a campanha chamada Novembro Azul. O Sintfesp-Go/To apoia essa iniciativa. O movimento surgiu na Austrália, em 2003, durante o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, em 17 de novembro.

 

Em 2018, centenas de ações ocorrerão em várias cidades do Brasil. Estão previstos circuitos da saúde, palestras em empresas e órgãos públicos para conscientizar os funcionários sobre a importância da prevenção, ações em estradas, estádios de futebol e locais públicos de grande circulação, além da iluminação de vários monumentos públicos de azul.

 

Câncer de Próstata

 

A próstata é uma glândula que só o homem possui e que se localiza na parte baixa do abdômen. Ela é um órgão muito pequeno, tem a forma de maçã e se situa logo abaixo da bexiga e à frente do reto. A próstata envolve a porção inicial da uretra, tubo pelo qual a urina armazenada na bexiga é eliminada. A próstata produz parte do sêmen, líquido espesso que contém os espermatozóides, liberado durante o ato sexual.

 

No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não-melanoma). Em valores absolutos e considerando ambos os sexos é o quarto tipo mais comum e o segundo mais incidente entre os homens. A taxa de incidência é maior nos países desenvolvidos em comparação aos países em desenvolvimento.

 

Mais do que qualquer outro tipo, é considerado um câncer da terceira idade, já que cerca de três quartos dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos. O aumento observado nas taxas de incidência no Brasil pode ser parcialmente justificado pela evolução dos métodos diagnósticos (exames), pela melhoria na qualidade dos sistemas de informação do país e pelo aumento na expectativa de vida.

 

Alguns desses tumores podem crescer de forma rápida, espalhando-se para outros órgãos e podendo levar à morte. A grande maioria, porém, cresce de forma tão lenta (leva cerca de 15 anos para atingir 1 cm³) que não chega a dar sinais durante a vida e nem a ameaçar a saúde do homem.

 

Estimativa de novos casos: 68.220 (2018 - INCA)

Número de mortes: 13.772 (2013 - SIM)

Atenção: A informação existente no portal do INCA pretende apoiar e não substituir a consulta médica. Procure sempre uma avaliação pessoal com um médico da sua confiança.

 

Fontes:

. Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva, disponível em https://bit.ly/2ePA9dn

. Fentac/CUT, disponível em: https://bit.ly/2qjzpkX

 


 

 

 

Cláudio Marques – MTE 1534

 

 

 

 

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Copyright @ CUT Central Única dos Trabalhadores | 3.820 - Entidades Filiadas | 7.890.353 - Sócio | 24.062.754 - Representados
CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP | Telefone (0xx11) 2108 9200 - Fax (0xx11) 2108 9310
CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF | Telefone: (0xx61) 3322 5062 e (0xx61) 3322-5060